Antioxidantes e o combate aos Radicais Livres

As células de nosso organismo precisam de oxigênio para transformar os nutrientes em energia. Essa queima de oxigênio acaba gerando os chamados radicais livres, que prejudicam diferentes estruturas do corpo humano, como o material genético (DNA), as proteínas e as lipoproteínas, que transportam o colesterol e outras gorduras no sangue.

Os radicais livres, quando entram em contato com substâncias Antioxidantes (você vai conhecê-las nesse post), são eliminados rapidamente, caso sua produção seja pequena. Se houver uma grande quantidade liberada pelo organismo em diferentes situações, como por exemplo, o excesso de exercícios físicos de grande intensidade e duração, a exposição ao sol em demasiado, fumar ou ingerir alimentos com muita fritura, podem ocorrer danos, como o envelhecimento precoce e doenças como Parkinson, Alzheimer, entre outras.

Para se proteger, o organismo conta com a produção de enzimas, como o superóxido dismutase, porém a quantidade diminui com o passar dos anos, e, então, os radicais livres aumentam e agem intensamente.

Radicais-livres
Radicais livres em ação

OS RADICAIS LIVRES PREJUDIAM A SAÚDE?

Em níveis considerados normais, os radicais livres não são prejudiciais à saúde. Em excesso, essas moléculas podem ser tóxicas ao nosso organismo. Os radicais livres podem contribuir para o surgimento de alguns problemas de saúde, como o enfraquecimento do sistema imunológico e o envelhecimento, bem como de distúrbios mais sérios, como artrite, arteriosclerose, catarata, entre outros.

Devido à correria do dia a dia, a alimentação deixa de ser a principal preocupação. Devemos ingerir, diariamente, fontes de gordura boa, proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais, sem esquecer-se de beber os famosos 2 litros de água para que o organismo funcione corretamente.

EXERCÍCIOS FÍSICOS QUE COMBATEM OS RADICAIS LIVRES

Durante a prática de exercícios físicos intensos, o consumo de oxigênio no corpo fica muito maior. O enorme bombeamento de oxigênio, através dos tecidos, desencadeia a liberação de radicais livres.

Os exercícios de baixa e de moderada intensidade têm importância fundamental no combate aos radicais livres. Sem eles as defesas internas do organismo contra os radicais livres ficam fragilizadas. Dentre esses exercícios, incluem-se caminhada, corrida, natação, ginástica aeróbica, alongamento, yoga, musculação e ciclismo.

ALIMENTOS ANTIOXIDANTES

Antioxidantes são moléculas capazes de retardar ou impedir o dano oxidativo, processo causado pelos radicais livres. O papel dos antioxidantes é bloquear as reações de oxidação e oferecer proteção às membranas e outras partes das células. A alimentação é fundamental para combater os radicais livres e levar uma vida mais saudável. Conheça abaixo alguns exemplos antioxidantes presentes na alimentação:

– Vitamina C: Frutas cítricas e vegetais verde-escuros, como laranja, limão, acerola, morango, brócolis e tomate;
– Vitamina E: Gérmen de trigo, mas também no óleo de soja, arroz, nozes, vegetais folhosos e legumes;
– Vitamina A: Cenoura, abóbora, brócolis e melão, etc;
– Selênio: Cereais integrais, leite, manteiga, pão integral, aveia, salmão, camarão e oleaginosas, etc;

Alimentos-Antioxidantes

Uma opção para quem não pode ou não consegue consumir esses alimentos é a suplementação, mas ela deve ser guiada por um especialista. Os suplementos antioxidantes vão muito além de proporcionar uma simples pele bonita e jovem, eles são capazes de atuar na saúde do organismo como um todo, prevenindo o envelhecimento celular e as mais diversas doenças.

ANTIOXIDANTES EM EXCESSO

Consumir alimentos antioxidantes de forma correta pode trazer diversos benefícios para o corpo, mas o seu excesso pode acarretar em danos. Tudo que comemos e bebemos em quantidades exageradas pode ser prejudicial. Estudos indicam que consumir altas doses desses nutrientes diminui a quantidade de substâncias vasodilatadoras, que ajudam a manter a saúde das artérias. Isso faz com que os músculos não recebam uma quantidade suficiente de oxigênio, o que pode causar dor e fadiga, principalmente durante os treinos.

TESTANDO O MIX DETOX GREEN, DA TIARAJU

Olá pessoal,

Sou a Denise e tenho 39 anos. Vou contar um pouco de minha experiência ao consumir o Mix Detox Green.

Primeiro vou falar sobre a minha ida a uma dermatologista, pois estava achando a minha pele muito envelhecida para a minha idade. Sei que não tenho mais 20 anos, mas ainda não estou na fase em que o organismo perde uma grande quantidade de colágeno, deixando a pele com aspecto envelhecido. A dermatologista me explicou que, em diversos casos, não é a perda de colágeno que deixa a pele seca e sem vida, mas sim a ação dos radicais livres. Ela também comentou que eles agem sobre as células de oxigênio, oxidando-as, por isso a pele fica feia.

Para começar, ela pediu sobre minha alimentação, se eu fumo, se sou uma pessoa com facilidade para ter estresse… Fez uma série de perguntas. Realmente, minha alimentação não estava contribuindo para a eliminação dos radicais livres. Foi assim que iniciei uma dieta que incluía alimentos antioxidantes, ricos nas vitaminas A, C e E e selênio. Deu-me uma lista com vários exemplos para que eu pudesse pôr em prática a dieta.

Para acelerar um pouco o processo, ela pediu para que eu consumisse durante um mês o Mix Detox Green, um produto da marca Tiaraju, que é uma mistura de ingredientes verdes com atividade antioxidante. O suco verde ajuda a eliminar substâncias toxicas e protege o organismo, mantendo-o saudável. Esse produto é fabricado a base de polidextrose, espinafre, agrião, chá verde e café verde. Fiz o teste e o produto é muito bom. Proporciona um bom resultado e ainda tem um sabor agradável de maçã verde. Uma das vantagens do sabor é ser suave, assim não enjoa.

Agora já faz 3 meses que estou nessa dieta. Consumi o Mix por 1 mês e no momento estou apenas com a alimentação adequada. Percebi que minha pele ficou mais bonita, com aspecto saudável. Indico esse produto para quem precisa de um suplemento antioxidante, principalmente pelo seu custo x benefício, que é excelente.

Mix-Detox-Green

RELEMBRANDO

O uso de suplementos antioxidantes é indicado para pessoas que precisam eliminar os radicais livres do organismo, mas que não conseguem apenas com a alimentação.

A ação dos radicais livres está associada ao envelhecimento das células do corpo. Há diversos nutrientes que auxiliam na proteção do organismo, como as vitaminas A, C e E e o selênio. Podemos encontrar substancias antioxidantes principalmente em frutas, vegetais, sementes oleaginosas, chás e temperos naturais. Para quem quer uma forma mais prática, também há a opção de Suplementos Alimentares que reduzem os radicais livres do organismo.

Para quem não se alimenta de forma correta, as cápsulas de vitaminas e minerais são recomendadas, mas de qualquer forma, não substituem uma alimentação variada e colorida. O ideal é consultar um nutricionista ou médico antes de consumir, afinal, o excesso de nutrientes não é a melhor opção.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*