Whey Protein pós cirurgia bariátrica

A obesidade é um problema grave e pode afetar diversas funções do organismo. Em casos mais graves, a alimentação e a prática de exercícios não são suficientes para que a pessoa perca peso e mantenha a saúde, por isso a opção mais segura é a cirurgia bariátrica. Há casos em que o indivíduo não consegue praticar nenhuma atividade, justamente pelo peso elevado, que pode afetar articulações e provocar ainda mais problemas ao organismo.

Outros agravantes da obesidade são a hipertensão, diabetes, disfunções respiratórias, etc. O tratamento contra a obesidade é considerado clínico, é necessário que se tenha acompanhamento de um profissional no pré e pós-operatório, assim como na reeducação alimentar, física e avaliação psicológica.

O QUE É CIRURGIA BARIÁTRICA?

Conhecida também como cirurgia da obesidade ou cirurgia de redução do estômago. Os métodos para o tratamento cirúrgico contra a obesidade devem ser feitos em condições extremas, ou seja, quando o paciente não consegue mais reduzir seu peso sozinho e corre algum risco devido à obesidade. É recomendada principalmente para pacientes com o índice de massa corporal (IMC) superior a 40.

A cirurgia bariátrica tem como objetivo auxiliar o paciente a alterar os hábitos e a qualidade de vida, fazer com que sua rotina se torne mais agradável e saudável.

Para ser submetido aos tratamentos cirúrgicos, o paciente deve:

  • Estar com 45 kg acima do peso ideal ou com o IMC de 40 ou superior a isso;
  • Pacientes com IMC de 35, mas que tenham problemas de saúde relacionados à obesidade;
  • Faixa etária de 16 a 60 anos;
  • Histórico em não conseguir perder peso;
  • Não ter nenhuma doença que seja contraindicada para a cirurgia.

Obesidade-cirurgia-bariatrica

ALIMENTAÇÃO PÓS-CIRÚRGICA

As mudanças nos hábitos alimentares dos pacientes devem ocorrer ainda antes do procedimento cirúrgico, para que ele comece a se preparar para as mudanças futuras. O paciente deve aprender a comer devagar, em quantidades pequenas, mastigando bem os alimentos. Esse procedimento auxilia no período posterior à cirurgia.

A nutrição é de grande importância, porque a quantidade e o tipo de alimento que poderão ser consumidos serão limitados. Os cuidados são divididos em 5 fases, após o procedimento cirúrgico:

1° fase – Alimentação líquida: Tem como objetivo a garantia da adaptação com pequenos volumes. Há uma acentuada perda de peso e de minerais e vitaminas devido à alimentação, portanto devem ser supridos com suplementos alimentares.

2° fase – Evolução da consistência: Ocorre a introdução de alimentos pastosos como cremes e papas.

3° fase – Seleção qualitativa e mastigação exaustiva: Preferência aos alimentos que irão fornecer mais nutrientes, como o ferro, cálcio e vitaminas.

4° fase – Otimização da dieta: A alimentação evolui e chega próximo do que seria satisfatório. Ocorre no 3° mês após a cirurgia e praticamente todos os alimentos passam a ser utilizados na alimentação diária. As quantidades devem continuar pequenas.

5° fase – Adaptação final e independência alimentar: A partir do 4° mês. É necessário que ocorra acompanhamento médico sobre a evolução do peso e as perdas nutricionais.

Os obesos que passam por uma cirurgia bariátrica necessitam de orientação nutricional permanente para suplementar a dieta com compostos ricos em proteínas, vitamina  B12 e ferro. Cuidados especiais para evitar casos de desnutrição após a cirurgia são necessários.

WHEY PROTEIN APÓS A CIRURGIA BARIÁTRICA (cirurgia de redução do estômago)

A deficiência de proteína é bem comum em pacientes que passam por cirurgia bariátrica. Essa deficiência ocorre pois estima-se que apenas 57% da proteína ingerida é absorvidas após a realização da cirurgia.

Nutricionistas e médicos recomendam a utilização de suplementos proteicos em pó e de alto valor biológico (normalmente whey protein), seguindo uma dieta hiperproteica. A quantidade recomendada por dia varia conforme o paciente, e deve ser avaliada por um nutricionista, pois varia conforme a necessidade nutricional de cada um.

Estudos comprovam que pacientes com dieta controlada com maior aporte proteico, perdem peso de forma mais rápida com maior perda de porcentagem de gordura.

A carência de proteínas pode dificultar a cicatrização da ferida cirúrgica, pois elas são quebradas em aminoácidos e peptídeos, necessários para a reparação de tecidos, tais como o colágeno. A quantidade de proteína necessária para essa reconstituição depende da idade do paciente, o tamanho da ferida e de fatores como o stress e as possíveis infecções presentes no quadro.

O Isolate Whey (proteína isolada do soro do leite) da Bioprim é uma excelente opção proteica para uso após a cirurgia bariátrica devido a sua fácil digestibilidade e absorção. A permanência estomacal da proteína do soro do leite durante o processo digestivo é curta em relação a outras fontes proteicas mais complexas. As vantagens desse whey, além da qualidade e alta absorção, são a boa dose de BCAAs e cálcio, baixo nível de carboidratos e gorduras, além de não conter açúcar, conservantes e corantes artificiais.  Por se tratar de uma proteína isolada, a lactose está presente mas em quantidades muito baixas, o que evita o risco de alergia alimentar como efeito colateral.

As proteínas do soro do leite ainda demonstram efeito significativo na resposta imune, importante para pacientes que passaram por processo cirúrgico.

Isolate-Whey-Bioprim

ONDE COMPRAR WHEY PROTEIN COM FACILIDADE?

A loja online da Biopoint é o lugar mais fácil para comprar Whey Protein depois da cirurgia bariátrica (cirurgia de redução do estômago). O processo de compra é muito simples e seguro, os preços são sempre justos e a loja ainda oferece um sistema de pontos onde você ganha descontos nas compras seguintes. As entregas são feitas em todo o Brasil com bastante agilidade, assim você sempre terá o suplemento disponível para consumo.

Para visitar a loja e ver os preços, clique aqui.

ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO

O período após a cirurgia é considerado pelos pacientes como o mais difícil, devido ao desconforto e adaptação. Após o procedimento, o psicólogo deve acompanhar o paciente no intuito de auxiliá-lo nessa nova fase, pois ele terá que lidar com uma nova aparência, as dificuldades do pós-operatório e as limitações alimentares. É importante que ele entenda que as restrições não são um impedimento a sua liberdade.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A cirurgia bariátrica é indicada para pacientes com obesidade grave, com o organismo propício a doenças causadas pelo peso elevado. Não deve ser feita em pacientes que apenas querem emagrecer de forma mais rápida. Diversos critérios devem ser levados em conta, afinal o processo não é simples, assim como o pré e pós-operatório. Após a cirurgia, o paciente deve tomar uma série de cuidados, visando acelerar o processo de cicatrização e a adaptação a seu novo estilo de vida.

Lembramos que todo esse processo deve ser acompanhado por profissionais de saúde, desde a decisão inicial de fazer a cirurgia até os acompanhamentos após o procedimento. A falta de acompanhamento pode acarretar em problemas maiores, como desnutrição ou até a volta de todo peso perdido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*