Intolerância à Lactose. E agora?

A Intolerância à Lactose não é grave e pode ser controlada.

A Lactose é um tipo de açúcar encontrado no leite e em outros produtos lácteos. A intolerância à lactose é a incapacidade de digerir lactose. Ela ocorre quando o intestino delgado não produz a enzima lactase em quantidade suficiente. As enzimas ajudam o organismo a absorver os nutrientes.

Segundo dados brasileiros, 70% dos adultos têm algum desses sintomas após consumir leite de vaca ou derivados.

Os sintomas ocorrem, geralmente, de 30 minutos a 2 horas após a ingestão de produtos. Grandes doses destes produtos podem piorar a situação.

Os sintomas incluem:

Inchaço abdominal

Cólicas

Diarréia

Náusea

Gases

Normalmente, os sintomas desaparecem quando os produtos lácteos ou outros produtos que contêm lactose são removidos da dieta. É importante salientar que, o cálcio contido no leite é fundamental para a saúde do organismo. Para substituir, é possível ingerir feijão, espinafre, amêndoa, queijo de soja, dentre outros alimentos ou até mesmo suplementar, mas sempre com acompanhamento de um profissional da saúde.Intolerância-à-lactose

Para as pessoas que praticam atividades físicas que buscam o ganho de massa muscular, o Suplemento inicial mais indicado é a Proteína. Mas a proteína mais comum é a do Soro do Leite. Então os atletas com intolerância à lactose não consomem?

Não é bem assim! Na verdade, para os têm intolerância, a situação muda. Ao invés de consumir Proteína do Soro do Leite, é possível ingerir Albumina, que é produzida a partir da clara do ovo, Proteína da Carne ou da Soja. Ambas não contém lactose e sua proteína é de excelente valor biológico, que garante os mesmos resultados que a Whey Protein.

Se você tem intolerância à lactose ou suspeita devido aos sintomas, procure um médico ou nutricionista. Ele indicará a dieta correta para que você possa viver melhor e com saúde.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*