É saudável? Parece, mas não é!

Você sabe se o que está comendo é saudável?

Você já deve ter visto alguns produtos nas prateleiras dos supermercados e comprado apenas por achar que era saudável. Mas você sabe quais são esses produtos e o que eles escondem?

Suco de caixinha: Os sucos de caixinha contêm uma quantidade grande de açúcar, e mesmo as versões light ainda apresentam muitos conservantes e, em alguns casos, grandes quantidades de sódio. Muitas vitaminas presentes nas frutas são perdidas durante o processo de industrialização. Alguns fabricantes fazem a adição de vitaminas depois, mas mesmo assim a proporção não é a mesma dos sucos naturais.

Chá em lata: Os chás em lata possuem flavonoides, substâncias antioxidantes. Porém eles também apresentam grande quantidade de açúcar ou adoçante, semelhante à dos refrigerantes. Eles podem ser consumidos de vez em quando, mas todos os dias não é recomendável. Além disso, alguns tipos de chá são ricos em cafeína, que pode causar ansiedade e insônia em pessoas mais sensíveis ao composto.

Adoçantes: Os adoçantes não são um problema por si só, mas o consumo excessivo deve ser evitado. Ao serem consumidos, os adoçantes emitem falsos sinais ao cérebro de que estamos ingerindo açúcar. Ao perceber o engano, o cérebro reage aumentando a vontade de comer doce.

Barra de cereal: Elas podem ser uma boa opção de lanche com baixas calorias entre as refeições, mas nem por isso podem ser consumidas muitas vezes ao dia. É preciso estar atento à quantidade de gordura saturada e sódio que algumas delas possuem. Como a maioria dos produtos industrializados, elas também possuem muitos conservantes. Além disso, algumas possuem grãos processados, como flocos de arroz ou aveia, ao invés de grãos integrais. É recomendado o consumo de um mix de oleaginosas, como castanhas, nozes, amêndoas e avelãs, em lugar das barrinhas.

Sopas em pó: Sopas costumam ser uma opção de refeição com menos calorias. Porém as versões industrializadas, que requerem apenas adição de água, não devem fazer parte da dieta. Elas contêm muitos conservantes, mas principalmente muito sódio.

Chocolate diet: Assim como todos os produtos diet, ele é recomendado para pessoas que têm diabetes. Isso significa que ele tem menos açúcar, mas o problema é que o chocolate diet pode ser mais calórico do que o chocolate normal, porque para manter o sabor e a consistência, a falta de açúcar é compensada com adição de gordura. Quem não é diabético não deve consumir chocolate diet, mas dar preferência ao chocolate meio amargo ou amargo, com 70% de cacau no mínimo. Quanto mais cacau melhor.

E então, vale à pena o consumo destes alimentos, e colocar sua dieta em risco? Pense bem na hora das compras.Parece-saudável

 

 

(Visited 481 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.